ENFIM O “CHOQUE REI”!!!

Lucas, Jean e Fernandinho comemoram gol (Foto: VIPCOMM)

Saudações Soberanas…

Exatamente as 16horas, a NAÇÃO TRICOLOR vive a primeira incerteza do “Choque Rei”… Durante quase uma hora, vive a possibilidade de ver o clássico ir por água abaixo, literalmente, junto com toda a água que caia dos céus…

Enfim, às 17horas a bola rola no palco do Majestoso MORUMBI, que com muita rapidez demonstrou a altíssima qualidade de sua drenagem… Ave, MORUMBI!

O jogo foi tenso, muitas faltas desnecessárias, muita água pra lavar a alma, mas que não esfriaram a cabeça dos jogadores. Sofremos no inicio do primeiro tempo, mas não por mérito do adversário, e sim por causa do nervosismo e da chuva que insistia em prender o jogo ao chão.

Após alguns minutos o SPFC se encontrou em campo, e com bons toques de bola, o tricolor com seu time “LEVE” chegou ao gol com um belíssimo lance de FERNANDINHO! E, que Golaçooooo!!!

E, surge o primeiro apagão! As luzes do MORUMBI se renderam a bela pintura do FERNANDINHO, e assim o deixou brilhar sozinho…

Após algum tempo, recomeça o “Choque Rei” no palco do Majestoso MORUMBI, para alegria dos torcedores que nadavam na arquibancada. Mas o desenrolar do jogo, foi completamente atípico, pois além da situação climática, perdemos o MONSTRO ALEX SILVA no segundo tempo, em um lance completamente desnecessário, com uma interpretação exagerada do juiz, que podemos chamar de 12º jogador palmeirense.

Mas, ainda com um jogador a menos, ou deveria dizer com dois jogadores a menos (contando o juiz), o SPFC demonstrou SUPERIORIDADE em relação ao adversário, enquanto eles batiam e simulavam, os São Paulinos tocavam a bola e a torcida gritava e cantava.

Infelizmente, próximo ao final da peleia, o palmeiras chegou ao empate, o que em nada tira o mérito do SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE…

Quem espera ver o gol 100 do ROGÉRIO M1TO CENI, saiu do MORUMBI com o corpo lavado, e muito revoltado com a arbitragem do clássico…

Destaques:

MIRANDA → Teve um começo pegado, algumas faltas desnecessárias, que culminaram no cartão amarelo, mas após o cartão, apresentou uma boa tabela no ataque com o Alex Silva, e após a expulsão do MONSTRO assumiu a liderança da zaga tricolor, colaborando também no ataque com belos lances, onde acabou sofrendo falta…

LUCAS → Fez belíssimas jogadas, atacou, desarmou o adversário, teve presença na área… Como diz o Mestre Catta Preta, Lucas o bíblico…

DAGOBERTO → Teve um lance ou outro de efeito, mas na média rendeu menos do que se esperava… Tem potencial, precisa ter frequência nas belas atuações, pois faz falta…

ROGÉRIO M1TO CENI → Fez belas defesas, trabalhou mais no segundo tempo, mas no geral rendeu à média, o que já é SUPER ALTO para alguns meros goleiros… A saga continua em busca do GOL 100…

ALEX SILVA → Fazendo uma análise isenta de fanatismo, caiu no jogo do adversário, cabeça quente acabou sendo expulso pelo 12º jogador do palmeiras, a meu ver falhou, pois deixou o grupo na mão, tendo em vista que o Miranda já tinha recebido cartão amarelo… E, fez muita falta ao time.

Explicações do MONSTRO:

“- A expulsão foi injusta. Eu não agredi o Adriano. Agressão para mim é soco, cotovelada… Mas eu assumo a minha parcela de ter deixado os meus companheiros na mão. Não tem justificativa para o que fiz, mas eu só quis intimidar porque ele tentou cavar uma falta. Aí empurrei”.

“- Se ele usasse o mesmo critério, era para terminar o jogo com dez de cada lado, porque no primeiro tempo, logo no primeiro lance, o Valdivia deu uma cabeçada no Miranda e ele não fez nada. Depois, o Kleber deixou o cotovelo no Miranda, não sei se de forma intencional, mas deixou. E o Valdivia pisou no Carlinhos Paraíba”.

*Fonte: GLOBO.COM

Agora, vou dizer o que a torcedora fanática do SPFC e fã do ALEX SILVA, pensa sobre o caso:

– O Alex, errou sim, foi imprudente, caiu no joguinho do adversário, aliás, isto é típico do palmeiras… Mas, a situação estava diferente, dia de muita chuva, indecisão, jogo pegado… O MONSTRO é um jogador raçudo, no melhor estilo LUGANO, e ainda, TORCEDOR APAIXONADO PELO SPFC, ao ver os amigos serem agredidos pelo adversário, o sangue ferveu, e como ele mesmo disse no TT, “o sangue veio nos olhos”, diante da parcialidade do palmeirense vestido de camiseta amarela, é difícil suportar, é difícil não perder a cabeça.

 

SPFC 1×1 PAL – Melhores Momentos

ARVE Error: no id set

 

Salve, salve Nação Soberana!!!

Abraço de Urso…

 

Entrevista: Zetti – O Início da Carreira (Parte 1)

Boa tarde Soberanos!

Entrevistar o @ZettiOficial pra mim foi algo fora do comum. Primeiro por que eu cresci tentando imitar as defesas do Zetti. Segundo por que sou seu grande fã, com muito carinho e admiração pela passagem heróica no São Paulo. Por fim, por crer que o Zetti é o melhor goleiro que o São Paulo já teve. Falo isso com convicção, pois goleiro com reflexo e posicionamento, itens fundamentais para um goleiro, como ele não teve. E continuo achando o Rogério Ceni o jogador mais completo que o São Paulo já teve, por ter atributos excedentes a sua função.

Conheço bem a história do Zetti, mas nessa entrevista soube passos curiosos do seu início de carreira e vale muito a pena conhecer.

Participação dos torcedores sorteados @ItamarMaciel e @thaiinaspfc. Gravação de @eduagni e fotografia de @tricoloira1.

Agradecimento ao @ZettiOficial, pela participação, e a Fechando o Gol: Academia de goleiros pela parceria e espaço.

São Paulo conhece adversário na Copa do Brasil



Santa Cruz-PE eliminou o Corinthians-RN na última quarta-feira e enfrentará o Tricolor.

O São Paulo conheceu na noite da última quarta-feira o próximo adversário na Copa do Brasil. Em Caiacó, o Santa Cruz-PE goleou o Corinthians-RN por 4 a 1 e eliminou o jogo da volta. Desta forma, o Tricolor e a equipe pernambucana se enfrentarão na segunda fase do torneio nacional.

A Confederação Brasileira de Futebol ainda não definiu o dia e horário da partida. Apenas o local já está definido: Recife. No site da entidade, duas datas já foram pré-definidas: 16 ou 30 de março. A decisão deverá ser anunciada nos próximos dias.

Na primeira fase, o time do técnico Paulo César Carpegiani também eliminou o jogo da volta. Em Campina Grande, o São Paulo bateu o Treze-PB por 3 a 0, com gols de Dagoberto, duas vezes, e Fernandinho. Se também vencer o Santa Cruz por dois ou mais gols de diferença, o Tricolor descartará a partida no Morumbi.

 Por Kaue Freitas – 24/2/2011 via saopaulofc.net

OPINIÃO

Saudações Tricolores!

Amigos, nos dois últimos jogos tivemos uma agradável mudança no futebol apresentado pelo Maior do Mundo, há muito tempo não emplacava boas partidas seguidas. Um dos fatores para essa mudança com toda certeza passa pela volta dos meninos da Sub-20, que vem com um astral diferente dos que lá estavam, outro fator também visível é o ganho de qualidade que o Lucas agregou ao ataque. Isso fez com que até o Fernandinho jogasse bem, vejam só!

Mas a volta para o sistema com três zagueiros ajudou a proteger a zaga, um dos pontos fracos do time no ultimo ano e inicio dessa temporada, corrigido isso, ainda temos a aquisição do Rhodolfo, que vem se mostrando o bom zagueiro que todos esperavam. Esses vários fatores somados transformaram aquele São Paulo modorrento, medonho, triste de ver jogar, num futebol rápido com toque de bola e belas jogadas.

É cedo para se empolgar, pois é claro o Maior do Mundo não enfrentou ninguém, mas ai está o x da questão, contra esse tipo de adversário o Tricolor vinha sofrendo muitos gols e ainda por cima em algumas partidas era derrotado e sem perspectiva de virar o jogo.

Parabéns ao William José, estreou com o pé direito literalmente, fez um belo gol!

Com todos os que estão no elenco a disposição montaria o time da seguinte forma: 3-5-2. Rogério Ceni, Rhodolfo, Alex Silva, Miranda, Ilsinho, Jean, Casemiro,  Juan, Lucas, Rivaldo e Dagoberto.

E o seu time como seria?!

Vamo São Paulo.

MINHA HISTÓRIA DE GOLEIRA

A convite do meu amigo @Celso_Santos_Jr, partilho com vocês uma parte de minha breve história como goleira e sua (pequena) relação com o Mais Querido.

Que a verdade seja dita… Não importa a modalidade esportiva, todos nós gostamos (ou gostaríamos de ser) destaque. No caso do futebol, os pais se orgulham em vestir os seus filhos com a camisa 9 ou a 10 do seu time do coração (numeração destinada aos jogadores de posicionamento ofensivo). Na escola “os melhores” se tornavam “donos” dessa posição e os demais que se contentassem com as outras posições, entre elas a do goleiro. Quando se é criança você quer FAZER o gol. Então como simpatizar-se com um jogador que tem como função a de evitar o objetivo máximo, que é o gol?

Logicamente quando se trata de um torcedor do São Paulo Futebol Clube, ao ouvir a palavra goleiro, os olhos se enchem. Afinal de contas tivemos como defensores de nossas traves verdadeiros gênios como José Poy, Waldir Peres, Zetti e, atualmente contamos com Rogério Ceni (que além de goleiro é um exímio cobrador de faltas. Que os demais morram de inveja!). Então para uma criança são paulina a posição de goleiro torna-se de uma certa forma um tanto quanto “agradável”.

Obviamente, em razão da minha idade não pude ver jogos do Poy e do Peres. Como a maioria, acompanhei demais os jogos do Rogério Ceni (ídolo incontestável), mas devo admitir que a minha verdadeira “inspiração” partiu de outro goleiro, meu ídolo de infância, que se chama Armelino Donizetti Quagliato, mais conhecido como Zetti.

Acredito que seja desnecessário mencionar o quanto ele foi importante na era dourada do Tricolor comandado pelo Mestre Telê (outro que considero como ídolo). Todos já sabem o quanto ele foi importante nessas conquistas (com menção honrosa a defesa nos pênaltis contra o Newell’s Old Boys, da Argentina que nos deu o título da Libertadores 1992). Seria “chover no molhado”.

É aí que entra a minha (breve) história como goleira.

Nos meus tempos de escola (entre os anos 90 e 2000) era tida como uma jogadora lenta e “pesada” (no real sentido da palavra, mas fazia uns golzinhos de vez em quando) para jogar na linha, tanto no handebol quanto no futebol. Então qual era o meu lugar no time? Entre as traves e embaixo do travessão.

Confesso que a princípio a idéia não me agradava em nada, porque nós sabemos que a profissão de goleiro é uma das mais “ingratas” do mundo. Hoje estão te endeusando e amanhã estarão te chamando de frangueiro, entre outros “elogios” (que, em muitos casos, citam até a mãe do sujeito). Não queria esse “encargo” pra mim.

Mas com o tempo (e com os jogos) acabei “gostando” de ser goleira. Claro que tinha o Ceni como inspiração, mas eu queria ser como o Zetti. Tanto que dos jogos que disputei com o time de futebol feminino da minha escola, só me recordo de ter jogado uma única vez de shorts. Eu gostava mesmo era de jogar de calça… como o meu ídolo jogava.

Confesso que não fui uma excelente goleira (nem cometo a ousadia de me comparar com NENHUM dos meus ídolos), mas fiz aquilo que podia fazer. Não ganhei campeonatos importantes (no máximo 2 medalhas de 2º lugar), nem troféus de destaque. Mas posso dizer que me diverti muito durante o tempo que joguei nessa posição. Ao menos pude compreender o quão difícil é a vida de um goleiro. Só quem está lá sabe que nem sempre aquela defesa não era tão simples assim, e de que erros acontecem, mas no fundo sempre fica o sentimento de que “era possível pegar”. Coisas da vida.

Ainda não tive o prazer de conhecer o Zetti pessoalmente, mas se um dia eu o visse, com certeza eu diria uma palavra: OBRIGADA! Porque em horas como essa faltam as palavras e realmente não há dicionário no mundo que pudesse me ajudar na tarefa de descrever um ídolo de infância.

Já faz um bom tempo que não jogo futebol (desde 2005 aproximadamente). Mas de uma coisa eu tenho certeza: se me chamassem novamente pra jogar uma “partidinha” iria para o gol sem problema algum. Ah… e com a tradicional calça preta.

VALEU ZETTI! Ídolo eterno!

Viviane Araújo

@vickasmith

TODA A REGRA TEM EXCEÇÃO

 

Jefferson BernardesVIPCOMM

Saudações Soberanas!!!

Após o amistoso da seleção brasileira, posso dizer que ‘pisaram no meu calo’, e o motivo é simples, tem nome e sobrenome:

ANDERSON HERNANES DE CARVALHO ANDRADE LIMA.

Pernambucano, nascido no dia 29 de maio de 1985, 25 aninhos de idade, revelado pela categoria de base do Tricolor, ganhou espaço no MAIOR DO MUNDO após as saídas do Mineira e Josué.

Conhecido pela habilidade de chutar tanto com a perna direita, quanto com a perna esquerda, o ambidestro destacou-se no Campeonato Brasileiro de 2007, ano em que o SPFC levou o título e HERNANES a Bola de Prata.

Suas brilhantes atuações no MAIOR DO MUNDO lhe renderam a primeira convocação para a seleção brasileira, em 2008 foi titular dos Jogos Olímpicos de Pequim. No mesmo ano conquistou o Hexacampeonato pelo SPFC, e individualmente foi eleito o melhor volante pela direita e melhor jogador do campeonato.

Bola de Prata – 2007:

Melhor jogador: Rogério Ceni (São Paulo).

Seleção do campeonato:

Rogério Ceni (São Paulo); Leonardo Moura (Flamengo), Breno (São Paulo), Miranda (São Paulo) e Kléber (Santos); Hernanes (São Paulo), Richarlyson (São Paulo), Ibson (Flamengo), Valdivia (Palmeiras); Acosta (Náutico) e Josiel (Paraná).

Craque da galera: Rogério Ceni (São Paulo).

Revelação: Breno (São Paulo).

Melhor técnico: Muricy Ramalho (São Paulo).

Bola de Prata – 2008:

Melhor jogador: Hernanes (São Paulo).

Seleção do campeonato:

Victor (Grêmio); Leonardo Moura (Flamengo), Thiago Silva (Fluminense), Miranda (São Paulo), Juan (Flamengo); Hernanes (São Paulo), Ramires (Cruzeiro), Diego Souza (Palmeiras), Alex (Internacional); Kléber Pereira (Santos) e Alex Mineiro (Palmeiras).

Melhor técnico: Muricy Ramalho (São Paulo).

2009

Seleção do campeonato:

Victor (Grêmio); Jonathan (Cruzeiro), André Dias (São Paulo), Miranda (São Paulo), Júlio César (Goiás); Hernanes (São Paulo), Guiñazú (Internacional), Petković (Flamengo), Diego Souza (Palmeiras); Diego Tardelli (Atlético Mineiro) e Adriano (Flamengo).

Peça fundamental no time titular, HERNANES encantou tanto o torcedor São Paulino quanto a mídia esportiva, sendo considerado em 2009 o jogador mais promissor do mundo pelo Jornal Inglês The Times. No dia 28 de abril de 2010. Recebeu homenagens do SPFC ao completar a marca de 200 jogos vestindo a camisa do clube, nas oitavas de final da Copa Libertadores.

Após 04 anos defendendo o MAIOR DO MUNDO, HERNANES foi vendido para Lázio da Itália por aproximadamente 13,5 milhões de euros. Em seu novo clube foi apresentado com status de fenômeno, sendo chamado de “Profeta”, apelidinho carinhoso recebido do apresentador Tiago Leifert.

Apenas um breve resumo da biografia do HERNANES, que no meu ponto de vista é um dos Guerreiras do Tri-Hexacampeonato do SPFC.

1º – Vídeo: DVD Hexa – Promo Hernanes via saopaulofctv

ARVE Error: no id set

Apresentando um belíssimo futebol pelo tricolor, HERNANES chamou a atenção dentro e fora do campo, e neste ultimo quesito tornou-se o queridinho da mídia esportiva, por causa de suas respostas sobrenaturais… um jogador de origem simples, se humano correto, tímido, mas que chamava a atenção tanto por ser um brilhante profissional, quanto pelo jeito moleque e espontâneo.

2º – Vídeo:

Hernanes dá carona ao Globo Esporte – 12/08/09

ARVE Error: no id set

Enquanto jogador do MAIOR DO MUNDO, demonstrou raça e respeito à torcida, e principalmente honrou o MANTO SAGRADO. Considerado um jogador diferenciado, HERNANES encantou o torcedor com dribles desconcertantes e gols fantásticos, que levou o SPFC a construir grandes vitórias com belíssimas atuações.

3º – Vídeo:

Hernanes – Melhores gols pelo SPFC

ARVE Error: no id set

No projeto Libertadores, HERNANES lutou com raça e monstruosidade para buscar títulos para o torcedor São Paulino, vivemos momentos gloriosos, comemoramos títulos e sofremos desclassificações, porém em cada um destes momentos aprendemos com nossos guerreiros tricolores… Dos momentos de glorias as comemorações certamente estão nítidas em nossa mente.

Porém, são os momentos de perda que o amor fica ainda mais latente, elevando o batimento cardíaco, por isso escolhi este vídeo do amigo Alvaro Kassab (@alvarokassab) para ilustrar a garra e perseverança dos nossos guerreiros.

Destaques:

1º – As palavras e atuações do M1TO Rogério Ceni;

2º – As comemorações do HERNANES, simplesmente fantásticas e empolgantes;

3º – A fé da torcida Tricolor… #EuAcredito

4º – Vídeo:

SPFC x Inter – #EuAcredito – (05/08/10) via @alvarokassab

Se hoje batemos no peito e gritamos com orgulho cada titulo conquistado em 75 anos de glórias e vitórias, com mesmo orgulho devemos recordar de cada um dos guerreiros que contribuíram para a conquista de cada título. E SIM, senhoras e senhores o HERNANES, vulgo o PROFETA é um destes guerreiros e merece receber os méritos por estas conquistas e, sobretudo receber o reconhecimento do torcedor SÃO PAULINO.

E pra encerrar esta coluninha algumas palavras sobre a expulsão do HERNANES no último amistoso da Seleção Brasileira:

Júlio Cesar – goleiro:

“Do meu ponto de vista, acho que se o Hernanes fosse francês, o árbitro não expulsaria.”

David Luiz – zagueiro:

“Pesou muita a expulsão do Hernandes. Acho que o juiz foi muito rigoroso. Era um jogo amistoso.”

Mano Menezes – técnico:

“Foi uma avaliação incorreta. Ele não tinha a intenção de fazer a falta pois era uma falta desnecessária, na linha que divide o campo. Nem é do Hernanes essa violência.”

HERNANES:

“Eu esperei tanto tempo por uma oportunidade e quando chegou aconteceu essa expulsão. Infelicidade. Foi um erro de cálculo. Quando ele fez o primeiro lance, em cima do Lucas, achei que ele tinha perdido o controle da bola. Não consegui dormir, fiquei bastante chateado. Acontece. Foi a minha segunda expulsão na carreira. Não é comum.”

Certamente, “NEM É DO HERNANES ESSA VIOLÊNCIA”, o torcedor São Paulino conhece a lealdade e, acima de tudo a competência deste jogador. Quanto à falha não há que se discutir, foi um ato de total imprudência do Profeta, fazendo uma analise isenta de qualquer tipo de fanatismo a expulsão não me pareceu errada, afinal poderia ter causado uma lesão séria no Francês.

Mas ainda assim, não o culpo pela derrota da Seleção Brasileira no amistoso, afinal não é de hoje que a Seleção vem apresentando um futebol sem criatividade e objetividade, as últimas seleções nem de longe merecem comparação com a SELEÇÃO CANARINHO. Contudo, apesar do ocorrido, eu acredito que pelo o potencial do HERNANES, outras convocações virão, mas se torço por isso?

Sinceramente, Não.

Mas sei do desejo do jogador em defender a seleção do seu país, por isso ficarei atenta as novas convocações do HERNANES, como fã quero vê-lo brilhar e se destacar. Pois, minha grande torcida é para que o HERNANES seja o melhor no cenário internacional e, volte a logo a mostrar seu belíssimo futebol na minha SELEÇÃO SPFC.

Saúde e Sucesso… Hernanes!!!

À todos, abraço de urso!!!

Adriana Roa

@drikaroa

O TRICOLOR É ROCK AND ROLL!

Olá Nação Soberana, hoje estou chegando por aqui me unindo a essa família, e é com muita alegria que recebi e de imediato aceitei esse convite.

E para começar nada melhor do que falar da Nossa Casa. O Morumbi tem sido palco de grandes bandas Roqueiras, tivemos Rush, Metallica, AC/DC, ColdPlay, Bon Jovi, Sepultura…, e muitas outras virão, teremos em breve U2 e Iron Maiden.

O resultado dessas atrações tem sido a trilha sonora que toca tanto na entrada quanto no intervalo dos jogos.

É óbvio que essa trilha sonora tem um DJ especial, o M1TO Rogério Air Ceni é fã do Bom e Velho Rock and Roll e em seu aniversário fez uma seleção com Bandas do Alto escalão do Classic Rock, além das bandas citadas acima teve também Deep Purple, Dire Straits, Led Zepplin, Megadeth, Queen, Stone Temple Pilots, Roling Stones, Beatles, Bob Dylan e muitas outras.

Hoje no Mundo da Música temos muitos amigos São Paulinos de Peso: Nasi e Edgard Scandurra ex Ira!, A turma do Dr. Sin, Andreas Kisser do Sepultura é um dos ícones e leva a bandeira Tricolor para os quatro cantos do Planeta, o Thunder Bird é uma caricatura, mas sempre fala do Tricolor e muitos outros que iremos trazer em nosso bate papo Soberano.

É isso aí galera, estarei aqui para poder conversar sobre futebol e muita música.

Avante Tricolor o Mundo é nosso.

Long Live Rock and Roll.

ENTREVISTA COM A ETERNA MUSA DO SPFC: FERNANDA SALDANHA

Nação Tricolor a nossa entrevistada de hoje é a Musa 2009 do São Paulo ( que para mim e para muitos tenho certeza que ela será a eterna musa Tricolor) Fernanda Saldanha que enche nossos olhos com uma beleza e uma simpátia fora de série.

Os Soberanos – Desde quando você é São Paulina? Como começou sua Paixão pelo São Paulo?

Fe Saldanha: Já nasci são paulina, RS.. cresci numa família fanática pelo SPFC, acompanho os jogos desde pequena, meu pai viaja o Brasil inteiro pra acompanhar o TRICOLOR.. a paixão foi crescendo e hoje meu amor pelo SPFC é indescritível.. defendo o SPFC como defendo minha família..

Os Soberanos – Como foi a seletiva do concurso para ser Musa do São Paulo? E essa idéia de virar Musa do Clube, como foi?

Fe Saldanha – Um amigo meu são paulino, chamado Leandro, que insistiu para eu participar do concurso.. foi ele que me inscreveu.. devo tudo isso a ele..  a seletiva do concurso foi pela internet no site do Globo Esporte, concorri com cerca de 600 torcedoras do SPFC, escolheram 3, a mais votada ganharia o título de musa, e eu ganhei.. foi um dos dias mais emocionantes da minha vida.. não tem como descrever o que senti naquele momento..

 Os Soberanos – E para 2011 o que você  espera do SPFC?

Fe Saldanha – Espero muita garra e determinação dentro de campo..  amor a camisa acima de tudo.. precisamos de força de vontade para voltar a vencer tudo, não estamos acostumados com essas derrotas..

 Os Soberanos – E para você, quais os planos para esse ano?

 Fe Saldanha – Tem muita novidade boa em 2011, muitos projetos, mas ainda não posso divulgar.. só posso dizer que estou muito feliz com tudo o que vem acontecendo comigo.. e vocês irão adorar as novidades.. uma tem a ver com o SPFC 😉

 

Os Soberanos – Um jogo inesquecivel…

Fe Saldanha – Poxa, todos os jogos são inesquecíveis.. mas tem um super especial que guardo na minha memória.. que foi a final do Mundial de 2005 no Japão,  contra  o Liverpool

Os Soberanos – Sei que você é fã em especial do Rogério Ceni, o que você sentiu quando encontro ele pessoalmente? Como foi esse encontro?

Fe Saldanha – Nossa, foi emocionante, eu não consegui responder o “oi” dele, eu tremia, não conseguia falar, parecia sonho..  ele é FODA! Não teho palavras pra descrever esse momento.. só quem já passou por isso sabe do que eu estou falando.. é demais!

 Os Soberanos – Tirando o RC você tem algum outro idolo que já jogou ou joga no Tricolor?

Fe Saldanha – Raí, Kaka, Serginho Chulapa, Luis Fabiano.. sou muito fã desses aí

 Os Soberanos  – Qual jogador você gostaria de ver vestindo nosso manto?

 Fe Saldanha – O meia Alex, ex Palmeiras que está jogando na Turquia..Também seria um sonho ter Kaka, Luis Fabiano de volta..

Os Soberanos – Quais dicas você pode dar para as  meninas que sonham ser a Musa do São Paulo?

Fe Saldanha – A maior dica é ser torcedora de verdade.. é torcer, amar, defender.. conhecer a história.. ser você mesma.. saber demonstrar o amor ao SPFC é essencial..

 Os Soberanos – Deixe um recado para os Leitores Soberanos….

 Fe Saldanha – Quero manda um beijo para todos os leitores Soberanos.. em especial para os criadores do @os_soberanos: @cdsdamasceno @Celso_Santos_Jr @diii29 @drikaroa @Juhlio10 @kellianevilela @vipetri_dm9

Parabéns pelo blog… e quero dizer para todos os torcedores são paulinos continuarem torcendo, amando, apoiando e acompanhado o SPFC de onde for.. o time precisa da nossa força para se fortalecer e continuar trazendo alegria para nós..

Os Soberanos – Fe Saldanha muito obrigada por nos conceder essa entrevista e pela simpatia que nos atendeu, desejamos a você muita sorte e sucesso.

Fe Saldanha – Quero agradecer o carinho de vocês comigo..  vocês são DEMAAAIIS!

Agradeço de coração por cada gesto e por cada palavra..

*Como Eu Te Amo Tricolor, Como Eu Te AMO DEMAIS*

 

 

             

Entrevista – A Raça de Ronaldão – Aposentadoria e a nova carreira (Parte 4/4)

Boa tarde Soberanos!

Última parte da entrevista concedida pelo ex-zagueiro tricolor Ronaldo Rodrigues de Jesus.

Ronaldão é uma pessoa muito carismática e de fácil relacionamento. Atendeu aos muitos fãs, principalmente crianças, distribuindo pacientemente muitos autógrafos e tirando fotos.

Autografou uma camisa que será sorteada futuramente e contou um pouco mais da carreira depois que aposentou as chuteiras. Acessem também o www.ronaldao.com.br

Participação dos torcedores sorteados @ItamarMaciel e @SimoneFialho. Gravação de @juhlio10 e fotografia de @CdsDamasceno.

Agradecimento ao Ronaldão, pela participação, ao @SantoPauloBar pela parceria e para @AnaCarlaPortela, pela ponte realizada.

ARVE Error: no id set