GUERREIROS SOBERANOS: A CANHOTA DE PITA

Olá Nação Soberana!

Vou trazer um pouco da história de um jogador que, infelizmente, pouco pude vê-lo jogar e que hoje teria espaço na maioria dos times no Brasil e do mundo. Isso pela escassez de meia canhoto com a técnica e a precisão para fazer um lançamento ou bater uma falta com a qualidade do nosso Edvaldo Oliveira Chaves, ou Pita, como era conhecido desde que foi revelado pelo Santos, em 1977.

Ex dono da Pittavel, loja de automóveis, nasceu em 4 de agosto de 1958 e pai de 3 filhos, Pita foi um jogador muito habilidoso e diferenciado, até por ser um meia direita canhoto descoberto pelos dirigentes santistas, quando brilhava nas divisões da base da Portuguesa Santista. Comandou o conhecido time dos “Meninos da Vila”, sendo responsável pelo primeiro título após a saída de Pelé, o Paulista de 1978. Após 6 anos de Santos, Pita foi trocado por Zé Sergio e partiu para atuar no Maior do Mundo, em 1984.

Integrando o então “Menudos do Morumbi”, um time repleto de jovens talentosos, comandou com maestria o meio de campo tricolor, dando tranqüilidade ao jovem companheiro Silas e colocando na cara do gol os atacantes Muller e o matador Careca. Um gol inesquecível e antológico de Pita, foi em um clássico com a SEP, em 1985 e o gol importante feito por Pita foi na final do brasileiro de 86, contra o Guarani, o memorável empate em 3 x 3 (vale a pena rever os lances). Pita foi o jogador com a cara do São Paulo dos anos 80: Habilidoso, técnico e decisivo. Marcar um jogador como Pita era uma tarefa difícil para os truculentos zagueiros da época, que se deixavam envolver pelo toque de bola preciso e algumas vezes inesperado, desse talentoso jogador.

Após 4 anos de destaque no Tricolor, seguiu para a França onde jogou no Racing Strasbourg de 1988 à 1990. Retornou ao Brasil para um ano no Guarani (1990) antes de ir para o Japão defender o Fujita Industrial 1991 à 1992 e o Nagoya Grampus em 1993. Voltou para o país em 1994 para encerrar a carreira na Internacional de Limeira. Pita só não teve muitas oportunidades na seleção Brasileira, participando apenas de 12 jogos e um título Pan-Americano.

O pós carreira de Pita foi marcado pela descoberta de jogadores na base do São Paulo, onde trabalhou no início da década, como Julio Batista, Fabio Simplício e Kléber, além da maior descoberta: o meia Kaká. Há relatos que, ao observar um treino dos reservas da base, Kaká fez uma jogada que fez com que Pita comentasse com os titulares do time que “Ali está o novo Raí do São Paulo”. Em meio a risadas, Pita manteve o semblante e a convicção. Atualmente Pita é coordenador de base do Desportivo Brasil, clube da Traffic que tem o objetivo de revelar jogadores e vendê-los. Pita também treinou algumas equipes, como Votorantim, São Bento e, mais recentemente, o Ituano em 2008.

Títulos:

Campeonato Paulista – 1978 – Santos
Campeonato Paulista – 1985 – São Paulo
Campeonato Paulista – 1986 – São Paulo
Campeonato Brasileiro – 1986 – São Paulo
Campeonato Pan-Americano – 1986 – Seleção Brasileira

 

Feitos:

1982 – Bola de Prata da revista “Placar” (Santos)

1983 – Bola de Prata da revista “Placar” (Santos)

1986 – Bola de Prata da revista ”Placar” Toque de classe (São Paulo)

Vídeos:

Gol de Pita: Dribla 4 jogadores e o goleiro Leão da SEP, em 1985

ARVE Error: no id set

Gol de Pita: Melhores momentos de São Paulo 3 x 3 Guarani – Brasileiro 1986

ARVE Error: no id set

“Ó Tricolor, clube bem amado, as tuas glórias vêm do passado”

Siga-me no Twitter : @Celso_Santos_Jr

Facebook.com/Santos.Celso

MELHORES MOMENTOS AMERICANA X SPFC

O Americana dominou o primeiro tempo, mas o Tricolor voltou do intervalo com uma aletração e mudou de postura.

Com essa terceira vitória o Tricolor subiu para a segunda colocação na Tabela, um ponto a menos que o Santos – que vamos enfrentar na próxima partida.

Confira agora os melhores momentos de Americana 3 x São Paulo 4

ARVE Error: no id set

CAMPANHA RAZOAVEL

Saudações Tricolores! Hoje teremos o 4° jogo do Maior do Mundo nesta atual temporada, foram 2 vitórias e um empate, com 5 gols a favor e apenas 1 sofrido. Não é tão ruim para um inicio de temporada.

 O time até que tem posse de bola, mas cria poucas oportunidades claras de gol, um exemplo do que estou dizendo foi contra a Ponte Preta, vi um São Paulo dominando as ações, mas o goleiro adversário trabalhou pouco.

Particularmente gosto desse estilo de jogo que o professor Carpegiani tenta implantar, com dois jogadores rápidos abertos pelas pontas e um fixo no meio, o único problema é que não há um jogador de finalização, por várias vezes Fernandinho ou Marlos vão a linha de fundo e jogam na área onde não há ninguém para finalizar, já que tem sido escalado o Dagoberto para essa função mais de area. Mas temos que dar um desconto, ele não é centro-avante de oficio. Gostaria muito de ver o Fernandão no lugar do Dagoberto desde o inicio na partida de hoje, já que dos jogadores relacionados para a partida hoje ele é o único que tem características para fazer essa função.

 Outra analise a ser feita é que o reforço para lateral esquerda Juan, até agora se não tem arrebentado nos jogos do Maior do Mundo, também não está sendo horroso. Tem sido razoável, mas para inicio de temporada está de bom tamanho, acho que seu futebol ainda tende a crescer.

 E vocês, o que estão achando?!

Vamo São Paulo!

RIVALDO

Saudações tricolores, família Soberana! Quando recebi o convite da linda @kellianevilela para escrever aqui no torcida soberana, fiquei muito feliz e preocupada ao mesmo tempo, a final nunca fui muito boa com redações desde os tempos do colégio, espero que essa fique boa haha , depois pensei sobre o que escrever, resolvi falar sobre o assunto mais recente no Morumbi , a chegada do Rivaldo.

 Sem dúvidas uma grande contratação do SPFC, muitos dizem que ele está velho que é ex-atleta, mas um cara com o talento de Rivaldo, mesmo que não esteja no auge da forma física sem dúvidas tem muito a oferecer ao time.

A chegada de Rivaldo me fez lembrar a época em que Raí voltou ao SPFC depois de um longo período na Europa, campeonato Paulista de 1998, Raí com 37 anos, voltou jogando muito bem e ajudou o time a conquistar o campeonato naquele ano, tinha 11 anos na época e foi naquele ano que me tornei torcedora do SPFC.

 Agora é esperar a estréia do Rivaldo e torcer para que ele ajude o tricolor a ganhar muitos títulos, como estamos fora da Libertadores este ano, Brasileirão e Sul-americana se tornam prioridade e obrigação para o time.

Vamo vamo São Paulo o/

 Beijos e abraços a todos @Anamedeiro

BEM VINDO RIVALDO

Olá nação Soberana.

Ontem oficialmente o São Paulo anunciou a contratação do meia Rivaldo. Como a repercussão chegou aqui na Argentina, onde passo o feriado prolongado, resolvi falar rapidamente sobre o assunto.

Um dos melhores meias brazucas que eu pude ver jogar (desde o carrossel Caipira com Valber e Leto no Mogi Mirim e gol do meio de campo), acredito que Rivaldo não é a solução para o São Paulo, mas uma boa aposta para momentos decisivos devido ao seu diferencial técnico, um pequeno apelo de marketing e uma contribuição de respeito e experiência dentro do time, onde poderá ser um exemplo e passar segurança aos jovens, como Lucas e Casemiro.

Nosso tricolor precisa ter alguns jogadores de experiência e peso dentro do elenco e, juntamente com Rogério Ceni, nosso novo camisa 10 liderará nossos meninos. Imaginar um meio campo com Rivaldo e Lucas ou Ilsinho, já posso imaginar um time mais criativo e ousado, baseado nas características de cada um deles. Acredito em uma contribuição semelhante a do lateral Junior, contribuindo com técnica, responsabilidade e experiência de um jogador campeão, só que com uma contribuição menor, já que não acredito que conseguirá jogar partidas seguidamente.

Na Edição de ontem do SportCenter da ESPN Argentina, jornais como Olé! e Clarin, além de alguns blogs locais citam a contratação de Rivaldo, lembram da história e da copa de 2002 e finalizam com o retorno a um grande clube do Brasil e do Mundo.

Um grande clube merece um grande jogador, assim como o Grande jogador Rivaldo merece todo nosso apoio no Maior do Mundo! Bem Vindo Rivaldo!

@RIVALDOOFICIAL: Para mim eh uma grande honra poder vestir a camisa de um dos maiores clubes do mundo, com certeza farei o meu melhor.

Siga-me no Twitter: @celso_santos_jr

Facebook.com/Santos.Celso

MARLOS

Olá queridos amigos do blog, hoje estou aqui de novo, uma honra para mim mais uma vez agora pra falar do meu ídolo Marlos. Hoje com 22 anos e a quase 2 anos de SPFC Marlos não somente já vem conquistando sua vaga no time titular como também seu espaço no coração da torcida feminina tricolor.

Desde que chegou ao SPFC vindo do Curitiba Marlos era considerado somente um a promessa, logo nos seus primeiros jogos já mostrava muito empenho e gols, na sua estréia em pleno Mineirão contra o Cruzeiro, meia de habilidade e velocidade, o que estava faltando no nosso time.

Porem nosso tricolor não vivia uma grande fase no ano em que chegou os altos e baixos são normais para um jovem jogador que por sua habilidade por muitos já foi chamado de Lionel Marlos.

Desde o final do ano passado e já em 2011 Marlos tem garantido seu lugar no time titular com Carpegiani e já nos mostrou que realmente merece essa vaga no jogo da ultima quarta feira, aliás com um belo gol e jogadas de muita habilidade e velocidade.

Força Marlos e Força Tricolor!!! Esperamos um 2011 com muitas alegrias, gols e títulos!!!

Camila Pereira

@FC_MarlosSPFC

GUERREIROS SOBERANOS – PALHINHA

Estreiando a coluna, vou relembrar a história de um dos principais guerreiros da história internacional do São Paulo FC: Jorge Ferreira da Silva, meia atacante camisa 9, campeão e artilheiro com 7 gols da Libertadores da América de 1992. Também conhecido como @palhinha9, atuou no Maior do Mundo entre 1992 e 1995, e em mais 19 clubes em seus 18 anos de carreira.

Natural de Carangola, estado de Minas Gerais, Palhinha começou em 1987 quando subiu para a equipe titular no América – MG, chamando a atenção do então técnico Telê Santana, transferindo-se para o São Paulo, onde teve seus principais momentos da carreira jogando ao lado de Raí e Muller, conquistando algumas convocações para a seleção brasileira durante as eliminatórias para a Copa do Mundo em 1994, além de seus principais títulos. Após alcançar o ápice da carreira, Palhinha teve um declínio no Tricolor, em 1994, quando desperdiçou um pênalti na decisão da Libertadores contra o Vélez Sarsfield, da Argentina, em pleno Morumbi. O clube tricolor lutava pelo terceiro título na competição.

Transferindo para o Cruzeiro, em 1996, em uma troca onde o São Paulo cedeu cinco jogadores (Palhinha, Vítor, Ronaldo Luís, Gilmar e Donizete) para ter apenas dois atletas da equipe mineira (Serginho e Belletti), Palhinha esboçou um ressurgimento, realizando alguns bons jogos e voltando a conquistar a libertadores da América pela terceira vez em 1997.

Porém, longe de ser o jogador que encantou a torcida do São Paulo, transferiu-se para o Mallorca, da Espanha, em 1998. Em seguida, retornou para o Brasil onde jogou no Flamengo e depois no Grêmio. Do clube gaúcho foi para o Botafogo-SP e, em 2000, retornou ao América-MG, clube que o revelou para o futebol. Passou por diversos clubes, inclusive na América do Sul e Ásia, e anunciou oficialmente sua aposentadoria em 2005, quando atuava pelo Farroupilha, mas voltou a atuar em 2006, pelo Guarulhos, seu último clube.

Ao deixar os gramados, Palhinha iniciou sua carreira de técnico no Sport Club Campo Limpo Paulista, de São Paulo, porém não conseguiu se firmar.

Títulos:

Campeonato Paulista: 1992

Troféu Theresa Herrera: 1992
Troféu Ramon de Carranza: 1992

Copa Libertadores: 1992, 1993, 1997
Mundial de Clubes: 1992, 1993

US Cup: 1993
Recopa: 1992, 1993, 1994
Supercopa Libertadores: 1993
Copa Conmebol: 1994
Copa de Barcelona: 1993
Torneio de Santiago do Chile: 1994
Copa da cidade de Dallas: 1995
Copa dos Campeões Brasileiros: 1994, 1995

Campeonato Mineiro: 1996, 1997
Copa Brasil: 1996
Campeonato Gaúcho: 1999
Campeonato do Peru: 2001
Campeonato Paulista (2ª divisão): 2002
Campeonato Mineiro (2ª divisão): 2004

 

Feitos: 

Artilheiro – 1992 – São Paulo na Copa Libertadores da América com (7 gols)
Na final do Mundial 1993, Palhinha marcou o primeiro dos 3 gols do São Paulo

ARVE Error: no id set

“Ó tricolor, clube bem amado, as tuas glórias vêm do passado”

Siga-me no Twitter: @celso_santos_jr

Facebook.com/Santos.Celso

 

O MITO RC

Ae Soberanos, como  falar de SPFC sem lembrar dele?Como falar de amor á camisa sem lembrar dele?Como falar de um profissional extremamente dedicado sem lembrar dele?Como falar de um verdadeiro líder sem falar dele?Como falar de goleiro sem lembrar dele? Para mim é impossível falar de tudo isso sem lembrar do nosso eterno capitão ROGÉRIO MITO CENI.

Como o centésimo gol está mais perto que nunca, vamos relembrar sua trajetória de gols até aqui.

Do 1º até o 43 º Gols

ARVE Error: no id set

Do 44º até o 61º Gols

ARVE Error: no id set

Do 62º até o 74º Gols

ARVE Error: no id set

Do 75º até o 87º Gols



ARVE Error: no id set

O 88º gol

ARVE Error: no id set

O 89º gol

ARVE Error: no id set

O 90º gol



ARVE Error: no id set

O 91º gol

ARVE Error: no id set

O 92 º gol

ARVE Error: no id set

O 93 º gol

ARVE Error: no id set

O 94º gol

ARVE Error: no id set

O 95º gol

ARVE Error: no id set

O 96º gol

ARVE Error: no id set

Esses dois ultimos gols para a FIFA não é oficial, para muitos torcedores são.Mas quem fez 94 gols, seis não é nada.

Rogério Ceni pra mim um exemplo de pessoa, de profissional, de homem.

E dia 22 de janeiro está completando mais um ano de vida!!!!Parabéns RC.

Todos tem goleiro, MAS SÓ NÓS TEMOS ROGÉRIO CENI!!!!

VIDA LONGA AO REI!!!

PÓS JOGO – SÃO PAULO X SÃO BERNARDO

São Paulo e São Bernardo se enfrentaram na noite desta quarta-feira no estádio do Morumbi.

O Tricolor apresentou um novo sistema ofensivo, mais uma vez sem um homem base, utilizando a velocidade de Dagoberto e Marlos.

Mas logo aos 4 min, o destaque do Maior do Mundo no jogo de estréia voltou a cena: o lado esquerdo do ataque, Juan  fez um passe longo a Marlos, que cruzou para Dagoberto, SEM QUERER, balançar as redes do Morumbi pela primeira vez em 2011.

A partir de então o jogo voltou a sua igualdade, mesmo assim o Tricolor tomou conta da partida, dominando as ações do adversário.

Sem um homem referencia no ataque, a equipe são paulina arriscava seus chutes de longe até que Marlos ampliou o placar após grande jogada de Ilsinho pela direita, aos 40 minutos da primeira etapa.

Ao fim  do primeiro tempo ficou a impressão de que nesse ano teremos boas jogadas pelos lados do campo após uma bela atuação do Maior do Mundo.

Com o inicio do segundo tempo o São Bernardo começou a tomar conta das ações ofensivas pois precisava do resultado, mas mesmo após algumas jogadas de ataque, o time do ABC não conseguiu dar um grande susto nos torcedores que estavam no Morumbi.

Pensando em contra-ataques, PCC fez uma mudança aos 21 min da etapa final, saiu Ilsinho para dar lugar ao Fernandinho.

Após as substituição  de Cleber Santana por Xandão, aos 27min,  o #SPFC voltou a tomar conta do jogo e Fernandinho ampliou o placar, com 31 min, 3×0.

Com o jogo ganho e um placar razoável, Carpegiani gastou sua ultima alteração, saiu Dagoberto e entrou Fernandão, com o intuito de dar um pouco de ritmo de jogo ao camisa 15 e testar por alguns minutos o comportamento da equipe com 3 atacantes.

Com esse cenário, o Mais Querido apenas controlou o resto da partida e assim terminou. 3xo

De positivo fica a impressão de que em 2011 teremos mais variações de jogadas e que poderemos contar com ações ofensivas pelos dois lados do campo.

Ainda nos “prós” do jogo vale lembrar da defesa tricolor, que não tomou nenhum gol no campeonato e mesmo com a “pressão” do São Bernardo, não tomou nenhum susto.

De negativo pra mim é a falta de um “10′, gostaria de ter visto um teste com M. Paraiba armando a equipe pelo meio do campo nesta noite. Perdemos a chance do teste mas ainda teremos tempo de achar nosso armador.

Que venha a Ponte Preta no sábado, aniversario do MITO R. CENI.

 

 

O MOMENTO É DE TESTES.

Saudações Tricolores!

Começo com muita sinceridade, não gostei do jogo contra o Mogi-Mirim!

Mas isso foi o meu lado São Paulino fanático que disse ao final do jogo de domingo. O outro lado de torcedor mais ponderado, ainda vai esperar um pouco para fazer algum tipo de critica, pois bem, apesar de ter sido mantida a base, ficou nítido que falta entrosamento, isso só se ganha jogando, pois no Brasil a pré-temporada é uma tremenda mentira.

O professor Carpegiani, escalou um ataque diferente, apesar de não terem ido bem, gostei está dando oportunidade a todos e é isso que tem que ser feito neste período de testes. Alguns jogadores ainda estão fora da equipe, caso dos atletas que estão na SeleSão Paulo Sub-20 no Peru.

Só há uma critica a ser feita, Cleber Santana!

 

Ele é o único jogador que não me lembro de nenhuma boa partida no ano passado, mas continua com prestigio, pois foi titular na estréia e deve ser titular contra o São Bernardo na próxima partida. Alguém se lembra de um bom jogo desse cidadão?!

De resto é continuar apoiando esse trabalho que está só no começo!

Vamo São Paulo!

Abraços!

PRÉ-JOGO:SÃO PAULO X MOGI MIRIM

Hoje é a estréia do Maior do Mundo no Campeonato Paulista ( pra muitos torcedores continua sendo o Paulistinha, pra outros Paulistão) contra o time do Mogi Mirim, a partida acontecerá no interior paulista no estádio Romildo Vitor Ferreira as 17:00 hs.

Fora da Libertadores 2011 depois de sete participações seguidas, muitos vêem  como obrigação um bom desempenho no  Campeonato Paulista assim como em todos os outros campeonatos a serem disputados ainda esse ano.

O técnico Carpegiani teve dificuldades para montar o time titular, pois teve que poupar alguns jogadores por conta de dores musculares, então a equipe que será titular na partida hoje é:

-Rogério Ceni; Jean, Alex Silva, Miranda e Juan; Rodrigo Souto, Cleber Santana, Carlinhos Paraíba e Ilsinho; Fernandinho e Mazola.

A novidade de hoje é a estréia do lateral – esquerdo Juan, que foi formado pela categoria de base do clube.

E a volta do atacante Mazola que estava emprestado ao Guarani onde se destacou na temporada do ano passado.

Os desfalques do Tricolor pra essa partida são: Dagoberto que ficará no banco de reservas, pois ainda não tem condições físicas para iniciar uma partida, Fernandão que está sem ritmo de jogo, e Marlos que está com problemas na documentação.

Agora nos resta esperar e torcer pra que nosso Tricolor tenha um bom desempenho e apesar dos desfalques, sem boas contratações e com o descaso da diretoria que só pensa nas eleições, que ele se encontre em campo e seja o time que nós Tricolores gostamos de ver em campo.

E vocês Soberanos o que esperam da partida de hoje?

ATÉ QUE A COPA DO BRASIL NÃO É TÃO RUIM ASSIM

Soberanos até que a Copa do Brasil não é tão ruim assim, já que o #SPFC não está na Libertadores esse ano, vamos entrar com força total na Copa do Brasil pra conquistar esse titulo inédito pra nós.

ARVE Error: no id set

E o que vocês acham?